Roberto Lopes

Formado em Letras, Jornalismo com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Advogado


 
  • Anvisa autoriza venda de três remédios genéricos inéditos no Brasil

     

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o registro de três remédios genéricos inéditos no Brasil. Os três novos remédios genéricos foram aprovados para o tratamento de câncer de próstata (cabazitaxel), dores leves e moderadas (ibuprofeno arginina) e crises convulsivas (levetiracetam).

    A medida significa ao menos uma nova opção para os pacientes que precisam desses medicamentos. Na prática, quando um medicamento genérico inédito é aprovado, o medicamento de marca passa a ter um concorrente no mercado.

    Pela lei, o remédio genérico já entra no mercado a um preço mais barato que o produto de marca. Essa redução representa um desconto de pelo menos 35% em relação ao preço máximo da tabela da Anvisa.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

    postado em 11/10/2016 00:02

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Nova lei endurece penalidades do crime de tráfico de pessoas

     

    O presidente Michel Temer sancionou nesta sexta-feira, 7, lei que endurece penalidades do crime de tráfico de pessoas. De acordo com o texto, o crime de tráfico de pessoas passa a ser incluído no Código Penal e prevê medidas de atenção e proteção para as vítimas desse tipo de crime.

    A lei dispõe sobre o tráfico de pessoas cometido no território nacional contra vítima brasileira ou estrangeira e no exterior contra vítima brasileira. O enfrentamento ao tráfico de pessoas compreende a prevenção e a repressão desse delito, bem como a atenção às suas vítimas.

    A prevenção ao tráfico de pessoas dar-se-á por meio da implementação de medidas intersetoriais e integradas nas áreas de saúde, educação, trabalho, segurança pública, justiça, turismo, assistência social, desenvolvimento rural, esportes, comunicação, cultura e direitos humanos; de campanhas socioeducativas e de conscientização, considerando as diferentes realidades e linguagens; de incentivo à mobilização e à participação da sociedade civil; e de incentivo a projetos de prevenção ao tráfico de pessoas.

    A repressão ao tráfico de pessoas dar-se-á por meio: da cooperação entre órgãos do sistema de justiça e segurança, nacionais e estrangeiros; da integração de políticas e ações de repressão aos crimes correlatos e da responsabilização dos seus autores; e da formação de equipes conjuntas de investigação.

    A proteção e o atendimento à vítima direta ou indireta do tráfico de pessoas compreendem: assistência jurídica, social, de trabalho e emprego e de saúde; acolhimento e abrigo provisório; atenção às suas necessidades específicas, especialmente em relação a questões de gênero, orientação sexual, origem étnica ou social, procedência, nacionalidade, raça, religião, faixa etária, situação migratória, atuação profissional, diversidade cultural, linguagem, laços sociais e familiares ou outro status; preservação da intimidade e da identidade; prevenção à revitimização no atendimento e nos procedimentos investigatórios e judiciais; atendimento humanizado; informação sobre procedimentos administrativos e judiciais.

    A pena é de reclusão, de quatro a oito anos, e multa. Ela será aumentada de um terço até a metade se o crime for cometido por funcionário público no exercício de suas funções ou a pretexto de exercê-las; se for cometido contra criança, adolescente ou pessoa idosa ou com deficiência; se o agente se prevalecer de relações de parentesco, domésticas, de coabitação, de hospitalidade, de dependência econômica, de autoridade ou de superioridade hierárquica inerente ao exercício de emprego, cargo ou função; ou se a vítima do tráfico de pessoas for retirada do território nacional.

    postado em 07/10/2016 18:41

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Confira a relação de todos os prefeitos eleitos no Estado de Alagoas

     

    Confira a relação de todos os prefeitos eleitos no Estado de Alagoas:

    1- Agua Branca – Zé Carlos (PSDB) – 6.151 votos
    2- Anadia – Celino Rocha (PDT) – 4.786 votos
    3- Arapiraca- Rogério Teófilo (PSDB) – 40.389 votos
    4- Atalaia – Chico Vigário (PMBD) – 11.999 votos
    5- Barra de Santo Antônio - Emanuella Moura (PSDB) – 5.652 votos
    6- Barra de São Miguel – Zezeco (PMDB) – 2.774 votos
    7- Batalha – Marina Dantas (PMDB) – 5.539 votos
    8- Belém – Paula Santa Rosa (PSDB) – 2.222 votos
    9- Belo Monte – Val (PRP) – 2.393 votos
    10- Boca da Mata – Feijó (PMDB) – 8.034 votos
    11- Branquinha – Jairinho Maia (PSDB) – 3.316 votos
    12- Cacimbinhas – Hugo Wanderley (PMDB) - 4.824 votos
    13- Cajueiro – Palmery (PMDB) – 5.745 votos
    14- Campestre – Pino (PMDB) – 2.187 votos
    15- Campo Alegre - Pauline Pereira (PSDB) – 14.581 votos
    16- Campo Grande – Arnaldo Higino (PRB) – 3.433 votos
    17- Canapi – Vinicius Filho de Zé Hermes (DEM) – 5.969 votos
    18- Capela – Adelminho (PMDB) – 5.383 votos
    19- Carneiros – Geraldo Filho (PMDB) – 3.605 votos
    20- Chã Preta – Rita Tenório (PMN) – 2.507 votos
    21- Coité do Nóia – Seninha (PMDB) – 3.343 votos
    22- Colônia de Leopoldina – (PSDB) – 6.363 votos
    23- Coqueiro Seco – Decele Damaso (PMDB) – 1.880 votos
    24- Coruripe – Joaquim Beltrão (PMDB) – 19.710 votos
    25- Craíbas – Ediel Leite (PMDB) – 5.774 votos
    26- Delmiro Gouveia – Padre Eraldo (PSD) – 14.722 votos
    27- Dois Riachos – Ramon Camilo (PRP) – 3.637 votos
    28- Estrela de Alagoas – Arlindo Garrote (PP) – 4.777 votos
    29- Feira Grande - Flávio do Chico da Granja (PSDB) – 7.096 votos
    30- Feliz Deserto – Rosiana (PMDB) – 1.625 votos
    31- Flexeiras – Dona Isa (PP) – 3.776 votos
    32- Girau do Ponciano – David Barros (PTB) – 13.279 votos
    33- Ibateguara – Geo Cruz (PT) – 4.907 votos
    34- Igaci – Dr. Oliveiro (PMDB) – 7.734 votos
    35- Igreja Nova – Dona Vera Dantas (PMDB) – 4.641 votos
    36- Inhapi – Zé Cícero (PT) – 4.519 votos
    37- Jacaré dos Homens – Floriano (PSB) – 2.043 votos
    38- Jacuípe – Carro Veio (PDT) – 2.042 votos
    39- Japaratinga – Júnior Loureiro (PMDB) – 1.860 votos
    40- Jaramataia – Jefferson Barreto (PSB) – 1.960 votos
    41- Jequiá da Praia – Jeannyne Beltrão (PRB) – 3.429 votos
    42- Joaquim Gomes – Adriano Barros (PSB) – 4.543 votos
    43- Jundiá – Segundo (PMDB) – 1.694 votos
    44- Junqueiro – Carlos Augusto (PMDB) – 6.964 votos
    45- Lagoa da Canoa – Tainá do Dr. Lauro (PP) – 5.794 votos
    46- Limoeiro de Anadia – Marcelo Rodrigues (PP) – 8.024 votos
    47- Maceió (SEGUNDO TURNO: Rui Palmeira – 197.134 votos e Cícero Almeida – 104.036 votos)
    48- Major Isidoro – Santana Mariano (PMDB) – 6.544 votos
    49- Mar vermelho – Juliana Almeida (PMDB) – 1.406 votos
    50- Maragogi – Sérgio Lira (PP) – 8.776 votos
    51- Maravilha – Conceição Albuquerque (PMDB) – 3.265 votos
    52- Marechal Deodoro – Cacau (PSD) – 13.536 votos
    53- Maribondo – Leonardo Pedrosa (PRB) – 3.472 votos
    54- Mata Grande – Erivaldo Mandú (PP) – 6.935 votos
    55- Matriz de Camaragibe – Anderson (PSD) – 7.463 votos
    56- Messias – Jarbinhas (PSDB) – 5.511 votos
    57- Minador do Negrão – Gleysson Cardoso (PMDB) – 1.831 votos
    58- Monteirópolis – Mailson Mendonça (PR) – 3.305 votos
    59- Murici – Olavo Neto (PMDB) – 8.493 votos
    60- Novo Lino – Lúcia de Vasco (PSDB) – 3.987 votos
    61- Olho D´Água das Flores – Nem (PR) – 5.680 votos
    62- Olho D´Água do Casado – Zé dos Santos (PT) – 3.120 votos
    63- Olho D´Água Grande – Zé Adelson (PSDB) – 1.881 votos
    64- Olivença – Zé Arnaldo (PSD) – 3.511 votos
    65- Ouro Brando – Edimar Barbosa (PMDB) – 3.797 votos
    66- Palestina – Lane Cabudo (PSD) – 1.869 votos
    67- Palmeira dos Índios – Júlio Cézar (PSB) – 23.786 votos
    68- Pão de Açúcar – Dr. Flávio (PMDB) – 7.901 votos
    69- Pariconha – Dr. Flaviano (PP) – 3.596 votos
    70- Paripueira – Haroldo Nascimento (PSDB) – 5.526 votos
    71- Passo de Camaragibe – Vânia do Passo (PSD) – 4.602 votos
    72- Paulo Jacinto - Marcos Lisboa (PMDB) – 2.727 votos
    73- Penedo – Marcius Beltrão (PDT) – 12.780 votos
    74- Piaçabuçu – Djalma Beltrão (PRB) – 5.007 votos
    75- Pilar – Renato Filho (PSDB) – 8.871 votos
    76- Pindoba – Maxwell Tenório (PSB) – 1.195 votos
    77- Piranhas – Maristela (PP) – 6.921 votos
    78- Poço das Trincheiras – Aparecida (PMDB) – 3.943 votos
    79- Porto Calvo – David Pedrosa (PMDB) – 6.456 votos
    80- Porto de Pedras – Henrique Vilela (PSDB) – 3.407 votos
    81- Porto Real do Colégio – Aldo Popular (PSDB) – 5.377 votos
    82- Quebrangulo – Marcelo Lima (PMDB) – 4.452 votos
    83- Rio Largo – Gilberto Gonçalves (PP) – 12.633 votos
    84- Roteiro – Wladimir Brito (PDT) – 2.948 votos
    85- Santa Luzia do Norte – Edson Mateus (PRB) – 1.555 votos
    86- Santana do Ipanema – Isnaldo Bulhões (PMDB) – 13.501 votos
    87- Santana do Mundaú – Arthur Freitas (PMDB) – 2.928 votos
    88- São Brás – Marcos (PMDB) – 3.249 votos
    89- São José da Laje – Rodrigo (PMDB) – 7.419 votos
    90- São José da Tapera – Zé Antônio (PSB) – 9.773 votos
    91- São Luiz do Quitunde – Fernanda Cavalvanti (PMDB) – 6.716 votos
    92- São Miguel dos Campos – Pedoca Jatobá (DEM) – 14.158 votos
    93- São Miguel dos Milagres – Bureco Ataíde (PSD) – 2.963 votos
    94- São Sebastião – Zé Pacheco (PP) – 10.687 votos
    95- Satuba – Paulo Acioly (PMDB) – 4.354 votos
    96- Senador Rui Palmeira – Jeane Moura (PMDB) – 4.010 votos
    97- Tanque D´Arca – Wil (PSD) – 1.300 votos
    98- Taquarana – Bastinho (PP) – 5.783 votos
    99- Teotônio Vilela – Joãozinho Pereira (PSDB) – 12.827 votos
    100- Traipu – Eduardo Tavares (PSDB) – 6.572 votos
    101- União dos Palmares – Kil (PMDB) – 17.817 votos
    102- Viçosa – Davi Brandão (PDT) – 7.594 votos

    postado em 02/10/2016 21:48

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Projeto obriga divulgação na internet da relação de beneficiários da Previdência

     

    Tramita na Câmara dos Deputados, projeto de lei, de autoria do deputado Walter Alves (PMDB-RN), que garante o acesso público a relação dos beneficiários e dos respectivos benefícios mantidos pelo Regime Geral de Previdência Social, cuja divulgação será realizada mensalmente em meios eletrônicos e outros previstos em regulamento. Pela proposta, a relação dos beneficiários e dos respectivos benefícios será acompanhada pela data da concessão e término, pelo número do CPF, bem como pela possibilidade de obtenção de consulta por nome e geração de relatório por município.

    “Embora a Previdência Social tenha natureza contributiva, não se justifica que a sociedade não possa conhecer os beneficiários do Regime Geral de Previdência Social. Esse regime está baseado no sistema de repartição simples e de solidariedade onde há transferência de renda entre os participantes. Assim, imperioso que todo o conjunto de trabalhadores possa saber quem está recebendo benefícios da Previdência Social e qual o benefício, assim como ocorre hoje com o Programa Bolsa Família”, justifica Walter Alves.

    O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.
     

    postado em 30/09/2016 00:01

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Projeto de lei cria cadastro nacional de condenados por estupro

     

    A Câmara dos Deputados começa a analisar, projeto de lei, de autoria do deputado Hildo Rocha (PMDB-MA), que cria o Cadastro Nacional de Pessoas Condenadas por Crime de Estupro. A proposta tramita em caráter conclusivo e será analisada pelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Casa.

    O cadastro contará, no mínimo, com os seguintes dados: as características físicas e os dados de identificação datiloscópica dos condenados por crime de estupro; DNA; fotos; e local de moradia e atividade laboral desenvolvida, nos últimos três anos, do condenado por crime de estupro que esteja em livramento condicional.

    Pela proposta, o instrumento de cooperação, celebrado entre a União e os entes federados, definirá o acesso às informações constantes da base de dados; e as responsabilidades pelo processo de atualização e de validação dos dados inseridos na base de dados.

    Os custos relativos ao desenvolvimento, instalação e manutenção da base de dados serão suportados por recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública. “A mais eficiente forma de se evitar um crime é atuando na prevenção, uma vez que a punição tem um caráter mais retributivo e educativo do que preventivo”, justifica Hildo Rocha.
     

    postado em 27/09/2016 15:02

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Confira os números do projeto da Lei Orçamentária Anual 2017 em Alagoas

     

    A Assembleia Legislativa de Alagoas recebeu do Executivo o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2017, no valor de R$ 10.242.454.224,00. É dedicada especial atenção na apreciação e aprovação dessa matéria, pois é através da Lei Orçamentária que todos os Poderes põem em prática suas ações.

    A partir da leitura da peça orçamentária em plenário, contam-se dez sessões para que os parlamentares apresentem suas emendas, que podem ser modificativas, aditivas ou substitutivas. Em seguida, a Comissão de Orçamento, Finanças e Economia da Casa realizará uma audiência pública para ouvir a sociedade. Após a audiência e a emissão do parecer da comissão, o projeto será votado no plenário.

    Comparada ao Orçamento do ano de 2016 (R$ 8.419.876.246,00), a proposta para 2017 registrou um crescimento de 21,65%, devido a inclusão de despesas da Alagoas Previdência, responsável pelo pagamento dos inativos e pensionistas do Regime Próprio de Previdência Social.

    A peça, que tem que ser compatível com o Plano Plurianual (PPA) e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2017, compreende o orçamento fiscal, referente aos Poderes do Estado, seus fundos, órgãos e entidades da Administração Direta e Indireta, o orçamento de Seguridade Social, que abrange todos os órgãos, e o orçamento de investimentos em que o Estado, direta ou indiretamente, detém a maioria do capital social com direito a voto.

    Setores
    Na PLOA 2017, a Saúde (Secretaria de Saúde + Fundo Estadual de Saúde) foi contemplada com um orçamento de R$ 1.134.747.529,00, sendo que deste valor R$ 92,7 milhões serão destinados para reforma de unidades de saúde e para iniciar a construção do Hospital Metropolitano de Maceió. Já em relação à Educação, o orçamento proposto é de R$ 755.126.542. Com respeito a Segurança Pública, o somatório das receitas da SESP, da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros alcança o total de R$ 1.149.380.464,00. O orçamento proposto para a Secretaria de Infraestrutura é de R$ 284.440,828,00

    Confira os números do Orçamento Geral 2017 distribuídos por órgão:


    - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA ESTADUAL: R$ 199.328.196
    - TRIBUNAL DE CONTAS: R$ 89.807.892
    - FUNDO ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO DAS AÇÕES DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 350.000
    - ESCOLA DE CONTAS PUBLICAS CONSELHEIRO JOSÉ ALFREDO DE MENDONÇA: R$ 200.000
    - FUNDO ESPECIAL DE COMUNICAÇÃO DO TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 600.000
    - TRIBUNAL DE JUSTIÇA: R$ 424.174.200
    - FUNDO ESPECIAL DE MODERNIZAÇÃO DO PODER JUDICIÁRIO: R$ 40.236.845
    - FUNDO ESPECIAL DA ESCOLA SUPERIOR DA MAGISTRATURA DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 514.319
    - MINISTÉRIO PÚBLICO: R$ 138.583.369
    - FUNDO ESPECIAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 1.625.000
    - GABINETE CIVIL: R$ 19.442.895
    - CONTROLADORIA GERAL DO ESTADO: R$ 3.000.540
    - PROCURADORIA GERAL DO ESTADO: R$ 51.801.743
    - DEFENSORIA PÚBLICA GERAL DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 46.087.393
    - GABINETE DO VICE-GOVERNADOR: R$ 2.653.842
    - FUNDO DE MODERNIZAÇÃO DA DEFENSORIA PÚBLICA GERAL DO ESTADO: R$ 600.000
    - AGÊNCIA REGULADORA DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 8.568.466
    - FUNDO DE MODERNIZAÇÃO DA PROCURADORIA GERAL DO ESTADO: R$ 2.050.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DO PLANEJAMENTO, GESTÃO E PATRIMÔNIO: R$ 50.357.274
    - COMPANHIA DE ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS E PATRIMONIAIS: R$ 11.637.940
    - FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS HUMANOS: R$ 4.134.213
    - AGÊNCIA DE MODERNIZAÇÃO DA GESTÃO DE PROCESSOS: R$ 22.263.680
    - INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE DOS SERVIDORES DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 31.424.490
    - ALAGOAS PREVIDÊNCIA: R$ 18.000.000
    - FUNDO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 42.854.263
    - FUNDO FINANCEIRO DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 1.182.472.813
    - FUNDO DOS MILITARES DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 425.289.649
    - SECRETARIA DE ESTADO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA, PESCA E AQUICULTURA: R$ 97.927.232
    - INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO RURAL E ABASTECIMENTO DE ALAGOAS: R$ 5.128.186
    - FUNDO ESPECIAL DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 5.000
    - INSTITUTO DE TERRAS E REFORMA AGRÁRIA DE ALAGOAS: R$ 15.691.290
    - AGÊNCIA DE DEFESA E INSPEÇÃO AGROPECUÁRIA DE ALAGOAS: R$ 14.949.244
    - INSTITUTO DE INOVAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL - EMATER: R$ 6.882.629
    - SECRETARIA DE ESTADO DA ASSISTÊNCIA E DESENVOLVIMENTO SOCIAL: R$ 5.884.260
    - FUNDO ESTADUAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: R$ 14.593.298
    - SECRETARIA DE ESTADO DA CIÊNCIA, DA TECNOLOGIA E DA INOVAÇÃO: R$ 9.939.471
    - INSTITUTO DE TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA E INFORMAÇÃO: R$ 33.190.077
    - FUNDAÇÃO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 56.896.508
    - FUNDO DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO TECNOLÓGICO E DE EDUCAÇÃO SUPERIOR: R$ 30.000
    - INSTITUTO DE METROLOGIA E QUALIDADE: R$ 11.661.382
    - SECRETARIA DE ESTADO DA COMUNICAÇÃO: R$ 19.892.820
    - INSTITUTO ZUMBI DOS PALMARES: R$ 6.915.649
    - SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA: R$ 10.629.261
    - DIRETORIA DE TEATROS DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 2.374.132
    - FUNDO DE DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES CULTURAIS: R$ 1.761.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA: R$ 89.401.404
    - POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 661.700.077
    - POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 256.286.755
    - CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 141.992.228
    - PERÍCIA OFICIAL DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 39.352.008
    - COORDENADORIA ESTADUAL DE DEFESA CIVIL-CEDEC: R$ 7.825.000
    - DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DE ALAGOAS: R$ 157.000.000
    - FUNDO ESPECIAL DE SEGURANÇA PÚBLICA DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 4.758.646
    - FUNDO ESTADUAL DE DEFESA CIVIL: R$ 400.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO: R$ 755.126.542
    - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE ALAGOAS: R$ 41.304.565
    - SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA: R$ 224.637.615
    - FUNDO DE MODERNIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO FAZENDÁRIO: R$ 35.850.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS HIDRICOS: R$ 6.995.208
    - INSTITUTO DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 12.101.409
    - FUNDO DE RECURSOS HÍDRICOS: R$ 36.156.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DA MULHER E DOS DIREITOS HUMANOS: R$ 9.441.471
    - FUNDO ESTADUAL DE DEFESA DO CONSUMIDOR: R$ 2.500.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DA INFRAESTRUTURA: R$ 284.440.828
    - SERVIÇOS DE ENGENHARIA DE ALAGOAS S.A.: R$ 14.563.741
    - FUNDO ESTADUAL DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL: R$ 30.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE: R$ 50.000
    - FUNDO ESTADUAL DE SAÚDE: R$ 1.134.697.529
    - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE ALAGOAS: R$ 58.384.819
    - SECRETARIA DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO: R$ 15.110.167
    - SECRETARIA DE ESTADO DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURISMO: R$ 14.889.401
    - AGÊNCIA DE FOMENTO DE ALAGOAS: R$ 9.802.061
    - FUNDO DE REGISTRO E DO COMÉRCIO: R$ 1.440.000
    - FUNDO DO TURISMO: R$ 4.575.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DE PREVENÇÃO À VIOLÊNCIA: R$ 43.309.477
    - FUNDO PARA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA: R$ 80.000
    - FUNDO ESTADUAL DE POLITICAS SOBRE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: R$ 30.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DE RESSOCIALIZAÇÃO E INCLUSÃO SOCIAL: R$ 136.530.467
    - FUNDO PENITENCIÁRIO DO ESTADO DE ALAGOAS: R$ 100.000
    - SECRETARIA DE ESTADO DE TRANSPORTE E DESENVOLVIMENTO URBANO: R$ 113.085.174
    - DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM: R$ 52.500.451
    - SECRETARIA DE ESTADO DO ESPORTE, LAZER E JUVENTUDE: R$ 5.381.981
    - FUNDO ESPECIAL DE DESENVOLVIMENTO DOS ESPORTES: R$ 2.254.000
    - ENCARGOS GERAIS DO ESTADO (RECURSOS SOB SUPERVISÃO DA SEFAZ): R$ 1.675.787.753 92998
    - ENCARGOS FINANCEIROS DO ESTADO COM OS MUNICÍPIOS: R$ 1.053.071.986 99999
    - RESERVA DE CONTINGÊNCIA: R$ 7.100.000 

     

     

     

     

     

    Com informações da ALE e da Agência Alagoas

    postado em 24/09/2016 22:41

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
 
 
  • Cadastre-se para receber novidades do Aqui Acontece
  • carta
  • cadastrar
 
Avenida Antonio Candido Toledo Cabral, 149
Dom Constantino Penedo - AL
Fone: (82) 3551 5091
contato@aquiacontece.com.br