Coronel Pinheiro

Formado em Direito e Ex-Comandante Geral da Polícia Militar de Alagoas


 
  • Policial Militar : Espírito de sacrifício

     

                 Conversando com alguns jovens na indagação de como é ser policial militar, cheios de sonhos e dúvidas típicas da idade, prometi que iria postar algo sobre a profissão
    “ Ser policial é sobretudo uma razão de ser. É enfrentar a morte, mostrar-se um forte no que acontecer.” O policial militar precisa ter um ideal no coração em servir a sociedade. Necessita  amar sua pátria e por ela sacrificar sua vida, dignificando sua família e valorizando seu lar.                 Buscar constantemente o aperfeiçoamento físico e mental , não sendo indiferente, insensível e muito menos desanimado. O sucesso não deve subir a cabeça e as derrotas não o devem abater.
                   A apresentação pessoal deve ser cuidadosa, sabendo que a boa aparência é uma manifestação de polidez. Deve se portar com boas companhias e evitar lugares em atitudes suspeitas. Procurar ser correto na linguagem e nas atitudes, escutando os mais velhos para aproveitar suas experiências.
                  Sempre trabalhar por prazer profissional e pela alegria em servir, agindo com firmeza e principalmente ser ético, não permitindo jamais que fofocas abalem a instituição, primando sempre pela formalidade processual. Ter em mente a consciência do perigo, não hesitando em cumprir seu dever sem negligenciar a sua segurança e de terceiros.
                   A nossa maior testemunha é a sociedade. Se agir dentro da lei receberá aplausos e se agir com desvio de conduta responderá nos trâmites legais e perderá a chance de mostrar aos filhos o exemplo de homem e profissional que eles tanto admiram.
                   Seja no policiamento ostensivo a pé ou das viaturas, no dorso do cavalo, no trânsito, nas motocicletas, no serviço velado, aéreo ou aquático combatendo marginais, devemos agir com honra, moral e lealdade.

    postado em 14/11/2015 11:23

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Assédio Sexual e Moral! Além da falta de respeito.

     

               Situação difícil e constrangedora o assédio sexual é um crime tipificado no Código Penal, artigo 216 – A e na Lei nº 10224, 15/05/2001. Define-se como qualque comportamento sexual indesejado, podendo ser apenas critérios de conotação sexual. As vezes o assediador tenta camuflar brincadeiras e flertes para praticar o assédio. Fere a honra, a intimidade e a dignidade da pessoa humana. Tem que haver a rejeição e a escusa da ofendida ou ofendido.

                Um elogio, cantada, promessa de promoção, promessa de demissão – O famoso “dar ou desce”, um galanteio exagerado no trabalho, caracterizam o crime de assédio sexual, desde que sem a anuência da vítima. Para se ocorrer o crime tem que haver dois requisitos: A relação de trabalho e a ascendência hierárquica. A vítima pode ser homem ou mulher, bem como o agressor também.

                A coragem para denunciar é importante para coibir e frear o assediador(a). Se alguém está passando por fato assim, deve procurar o sindicato da sua classe ou a Justiça do Trabalho. Para ocorrer o crime a hierarquia entre ambos é primordial.

                Já o assédio moral ocorre uma conduta abusiva no trabalho contra o trabalhador(a). Pode-se aplicar o texto constitucional nos artigos 5º e e7º, inciso XXX, da Constituição Federal, além do artigo 483 da CLT, podendo ainda o agressor responder por outros crimes do Código Penal. Há um terror psicológico com gritos, boatos e tentativa de rebaixar o trabalhador(a) ou levá-lo(a) ao cansaço extremo com atividades irrisórias ou complexas. Causa depressão na pessoa e muitas vezes leva a diminuição laboral da vítima.

                 A arma do cidadão(ã) é a denuncia! Anote a humilhação sofrida e evite conversar com o agressor(a) sozinho(a). Avise e alerte que não está se sentindo confortável com aquela situação. Um problema facilmente identificado é o medo de perder o emprego e isso leva as pessoas a se sujeitarem aos abusos. Cabe uma indenização.

                O problema é que a maldade existe. Há medidas e soluções para combatê-la. E para que o agressor(a) não fique no anonimato e se torne forte com mais ousadia fazendo novas vítimas, coloque a boca no “trombone”.


     

    postado em 04/11/2015 11:37

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Drogas :Escravidão e morte!

     

                Há neste século XXI a busca pela superação de um grande mal que assola a sociedade – as drogas. Perdemos nesta guerra, além dos policiais que dão sua vida para combatê- las , jovens e crianças. Precisa de uma sofisticada investigação e da união de forças para atuar nas causas estruturais do crime, como integração, interação e cooperação dos agentes e sociedade.
                 A procura das drogas é encarada pelos usuários como refúgio às frustrações e sensação de liberdade e independência. Para os traficantes quanto maior o número de “fregueses viciados”, melhor.sua "boca". As escolas e grandes eventos são os locais mais assediados pelos bandidos.
                  A maconha e a cocaína e seu subproduto o “crack” tem dado aos traficantes lucros obtidos com a venda. E o pior – sensação de poder. Isso causa um problema de ordem social com indivíduos “dependentes e inúteis” para a produção do trabalho..
                  A criminalidade aumentou, não só nas favelas, mas em qualquer outra zona dominada pelo tráfico. Há falta de políticas públicas nesse local e o “poder” do crime assume o papel do Estado. Aí leitores! Fica extremamente complicado lutar nessa briga desigual e desumana, porque traficantes não tem sentimentos de piedade e muito menos remorso,  e ainda  punem todos com a pena de morte.
                   Este mal atinge o individuo como uma bomba devastadora. Acaba com sua moral, sua razão de viver e leva junto tudo que foi produzido e investido pela sua família. Pela seriedade e gravidade do problema que a PMAL vêm há anos, com sucesso, investindo no PRERD, Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, para incutir nos jovens que a vida é nosso maior bem.
     

    postado em 26/10/2015 13:28

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Assaltos em Shoppings

     

                                   

                            Há um crescente número de assaltos em shopping centers no Brasil. Isso tem preocupado as autoridades e a sociedade em geral. Tivemos um caso no Rio de Janeiro em que um vigilante foi atingido e não resistiu aos ferimentos. Este tipo de delito tem assumido , nos últimos dias, um caráter de rotina, podendo alcançar a nossa Alagoas

    .
                            Para enfrentar as quadrilhas que vêm atuando  é importante uma união de forças, principalmente,dos responsáveis pela segurança desses centros, em investimento maciço de pessoal e equipamentos , com emprego de barreiras ou obstáculos, cursos para os  seguranças, monitoramento em todo o interior das lojas e adjacências do shopping, visando dificultar ou interromper os prováveis eixos de fuga de delinquentes, contando com a parceria das polícias, para antecipar de forma preventiva, assegurando ao cidadão uma tranquilidade no seu lazer e nas suas compras.


                             O “ modus operandi” dos assaltantes é praticamente um só. Chegam como clientes e se dirigem ao seu alvo planejado. Geralmente em número de três a sete, executam o roubo e saem causando o maior tumulto e pronto para atirar em quem estiver na sua frente. O alvo pretendido são joalherias e casas de câmbio. Mas podem atacar clientes e realizar  sequestros relâmpagos. Aí a intervenção da polícia é importante para salvaguardar a vida da vítima.


                           Por isso que o planejamento específico da segurança do shopping deve ser feito em comum acordo com a polícia, para contato em qualquer atitude suspeita e que a força policial rotineiramente efetuem blitz nas imediações dos estabelecimentos e possíveis locais de cerco. Havendo ainda  o investimento nos meios de comunicação para um rápido acionamento do policiamento.
     

     

    postado em 13/10/2015 16:11

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Roubos em agências bancárias

     

    Dadas as ocorrências levantadas sobre roubos a bancos que não param de atormentar a população alagoana é interessante observar que a ousadia dos criminosos em acreditar que essa modalidade delituosa de explosão a caixas eletrônicos é menos arriscada para eles, porque acontecem pela madrugada e tem menos contato com a força policial.

    Com efeito, o “ assalto a banco” é um dos eventos que causam mais transtornos e dificuldades à ação policial que precisa urgentemente de mais reforço e apesar do banco ser instituição privada, o importante é a segurança de toda população. A situação político–sócio- econômica que ora se encontra o país gera um aumento significante de crimes contra estabelecimentos bancários , veículos destinados a transporte de valores e locais onde há uma circulação de dinheiro.

    A falta de investimentos do setor bancário é gritante. Não se percebe que vidas estão em jogo. Os banqueiros só se preocupam com o “lucro”, deixando de lado os investimentos nessa área e a responsabilidade com o cliente. Há alguns anos falaram que tinham encontrado a formula “ mágica” de evitar tal crime - o de danificar as notas com tintas quando ocorressem explosões.

    Fiasco total ! Porque até agora não colocaram um dispositivo de ao menor sinal de violação da máquina haver a destruição e/ou inutilização parcial ou total do dinheiro? Porque não investem em mais segurança dentro das agências? Porque não blidam as portas? Porque não se retiram o dinheiro dos caixas depois do expediente bancário e conduzem para um cofre dentro da agência?  São muitas dúvidas que não temos a resposta. E os bancários, vigilantes e funcionários são vítimas em potencial , recebendo ameaças e tendo familiares reclusos da ação desses facínoras. Quando um bando decide explodir uma agência não se preocupam quem vai estar no seu caminho, podendo ser qualquer pessoa que transite e cruze o itinerário dos patifes. Com armamento pesado (metralhadoras, pistolas, fuzis, escopetas), encapuzados, grande quantidade de explosivos, carros novos e possantes, eles não vão titubear em fazer do cidadão um escudo humano. Agindo em vários municípios podem atacar durante o período comercial, sendo um fator altamente perigoso pelo número de pessoas que podem se encontrar no local.

    Por motivo de segurança, na medida do possível, evitem conduzir crianças e mulheres grávidas para dentro de agências ou locais de vulnerabilidade de policiamento. Os marginais exprimem um desprezo pela vida alheia. O que importa para eles é o dinheiro. O uso de reféns é a saída que os malfeitores acreditam para a fuga. Devemos ter o cuidado e a devida atenção com toda movimentação estranha. Afinal, o bem mais importante para os trabalhadores , homens e mulheres de bem é a vida.
     

    postado em 03/10/2015 09:51

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
  • Estamos em alerta! Suicídios e/ou homicídios?

     

    Muitos acontecimentos de suicídios no nosso estado tem acendido a luz vermelha . Uma preocupação constante dos policiais que chegam ao local de crimes é a sua preservação. Sabemos que a lei obriga que tudo seja preservado para auxiliar a polícia judiciária na elucidação do fato.

    A presença dos profissionais da equipe da perícia oficial é de suma importância. Nada pode ser descartado! O laudo emitido pela equipe de peritos vai corroborar com a justiça para saber como se deu a dinâmica do evento . Deve-se esperar o laudo médico que indicará a causa da morte. O levantamento do local é imprescindível em crimes de homicídios / suicídios . Tudo deve ser examinado. O importante trabalho do perito criminal é coletar ,examinar, interpretar , descrever e analisar um fato ou documento. O local onde aconteceu um crime se encontra desorganizado e cabe ao perito de maneira ampla fazer a dinâmica do evento para não prejudicar sua convicção evitando interpretações aleatórias e indesejadas para não prejudicar a verdade e sua aplicabilidade. Os elementos materiais encontrados no local do crime, juntamente com o cadáver formam o que chamamos de corpo de delito.

    Outro fator importante é a necropsia elaborada pelo médico legista. De acordo com a extensa bibliografia médica, existem várias explicações sobre as diferentes modalidades de asfixia : enforcamento, esganadura , estrangulamento , sufocação, soterramento, afogamento e confinamento . Bem. Aí que ficamos a imaginar o quão é importante para a polícia, família e toda sociedade o trabalho desses profissionais na elucidação de crimes.

    Pesquisamos o significado de alguns conceitos. O enforcamento “ É a modalidade de asfixia que a constricção do pescoço é feita por um laço que tem a extremidade fixa em um ponto dado e cuja força atuante é o próprio peso da vítima.” ; O estrangulamento “ É a modalidade de asfixia em que a constricção do pescoço é feita por um laço e a força atuante é outra diversa do peso da vitima.” ; esganadura “ É a modalidade de asfixia em que a constricção do pescoço é feita diretamente pela mão.” ; Sufocação “ É a obstrução das vias aéreas.” ; Soterramento “ É a introdução do indivíduo no meio sólido.” ; Afogamento “ É a introdução de líquidos nas vias aéreas.” E Confinamento “ Quando uma pessoa fica num lugar onde o ar se torna irrespirável.” Segundo os especialistas , no enforcamento a causa mais frequente é o suicídio e no estrangulamento é o homicídio.
     

    postado em 27/09/2015 12:50

    Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do aquiacontece.com.br ou de seus colaboradores. Dê sua opinião com responsabilidade! Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

    comentários

     
 
 
  • Cadastre-se para receber novidades do Aqui Acontece
  • carta
  • cadastrar
 
Avenida Antonio Candido Toledo Cabral, 149
Dom Constantino Penedo - AL
Fone: (82) 3551 5091
contato@aquiacontece.com.br